Este ano será um déjà vu?